A formatura vem aí: o processo de construção do projeto tecnológico

Para quem ainda não sabe, estou no último semestre do meu curso superior. Esse momento é dividido por várias sensações: da euforia do diploma que está por vir aos estressantes passos que levam a isso. O últimos semestre de qualquer curso é único, porém as atribuições são semelhantes: muito trabalho, pouco tempo e prazos que devem ser cumpridos à risca. Qualquer ponto perdido poderá contribuir negativamente para o resultado final.

Em um curso da área de TI há dois caminhos: o hardware e o software – sendo que para o hardware funcionar será preciso desenvolver uma comunicação entre o usuário (ou seja, software). Claro que ao escolher o caminho do software existe a necessidade de que o mesmo tenha robustez, utilidade e seja muito bem desenvolvido.

O SISCOINF

E assim nasceu o meu projeto, o SISCOINF (Sistema de Controle de Dados Informatizado). O software, desenvolvido em PHP, é basicamente um gerenciador onde é possível controlar o essencial em uma loja. A linguagem escolhida permite que o mesmo seja instalado em um servidor e possa ser acessado em qualquer lugar – com uma conexão com a internet. Mas o que ele oferece de fato? Vejamos:

  • Controle de clientela com todos os dados;
  • Controle de estoque com quantidade disponível de um produto (cada vez que um produto é vendido há a redução da quantidade em estoque; se um cliente tenta adquirir um produto que não tem disponibilidade o sistema avisa);
  • Controle de funcionários, com salário e cálculo de comissão sobre as vendas;
  • Área de vendas onde cada item é associado ao comprador e funcionário que a realizou;
  • Área de backup onde é possível salvar os dados e restaurá-los;
  • Emissão de relatórios em PDF ou por e-mail;
  • Área do administrador, onde é possível adicionar usuários e elevar as permissões dos existentes (há hierarquia, usuários comuns têm tarefas restritas);
  • Busca por termos pré-informados

Todas essas atividades exigem um usuário e senha. Apenas o administrador do sistema pode criá-los. As senhas são criptografadas e possuem um salt number (conjunto de caracteres gerados aleatoriamente no momento da criação do usuário) que aumenta a segurança de acesso. Por haver criptografia não há como recuperar uma senha.

No momento posso dizer que 20% do sistema está concluído. Falta implementar algumas áreas, mas a base está desenvolvida – o que vai facilitar que as demais áreas sejam programadas.

Desenvolvimento

Vou agora mostrar algumas telas da versão atual e dar uma breve explicação sobre cada uma delas:login_siscoinf

Essa é a tela de login. Comum, possui o campo de usuário, senha, opção para salvar um cookie e manter o login ativo mesmo após fechar a janela e o botão que irá realizar às áreas restritas ao sistema.

siscoinf-inicio

A página inicial – ainda um pouco vazia – exibe os menus, a versão e uma mensagem de boas-vindas. Essa versão é a 0.62de. Por não se tratar de uma versão final ela inicia por 0. O 62 é o número final da versão (sexta edição, segunda revisão). O de é uma abreviação de “developer edition”, ou seja, não disponibilizada ao público – nem para os testes beta, que deverão ser realizados futuramente.menus-siscoinf

Em destaque, os menus do sistema: ao passar o cursor sobre uma categoria são exibidas as subcategorias.

dados-siscoinf

Quando abrimos uma subcategoria, no caso clientes, todos os dados são listados (alguns campos estão borrados por conterem informações reais). São exibidos também o campo de busca, o botão para adicionar novos clientes e, para cada cliente, um botão para editar as informações e outro para excluir todos os dados referente ao cliente selecionado.

inserir-siscoinf

Ao clicar em “Adicionar Cliente” uma janela abre (tecnicamente se trata de um “modal” – trecho de código oculto que mistura CSS com JavaScript para funcionar). São disponibilizados os campos e os botões “Salvar” e “Limpar formulário”, além de um X para fechar a janela sem inserir informações.

editar-siscoinf

Clicando no lápis (botão editar) uma janela semelhante abre, porém com os dados do cliente selecionado. No momento todos os dados podem ser editados, mas na edição final alguns dados críticos deverão ser bloqueados (como o CPF) para evitar edições ou possíveis fraudes.

excluir-siscoinf

Ao clicar no X para excluir uma entrada, uma janela de confirmação é mostrada. Aqui lembro que não há como desfazer a ação. Dois botões são vistos: um para confirmar a exclusão e outro para cancelar (fechando a janela).

busca-siscoinf

Na área de clientes é possível buscar pelo nome ou pelo CPF. Em caso de uma busca simples, como apenas um nome, todas as entradas com o mesmo termo serão exibidas.

E no momento é isso. Quando novas funcionalidades forem implementadas volto aqui para atualizá-los. Por enquanto, disponibilizo minhas redes sociais e o formulário de contato para informações, dúvidas, ou contratar um dos meus serviços.

Curta minha página no Facebook
Me siga no Instagram
Me siga no Twitter
Me envie uma mensagem no Messenger

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *